domingo, 23 de junho de 2013

LÁGRIMAS E SAUDADE




















É um grito lamentoso,
Um pedido esperançoso
Pra voltar à Terra Mãe?
Há saborosa lembrança,
Recheada d'esperança
Dum retorno qu'aí vem!

Numa sensação estranha,
Atravesso a montanha...
Afecta-m'a solidão!
É um fenómeno da vida
Lembrar a terra querida
Que trago no coração.

Há momentos de desgosto!
Sinto cair pelo rosto
Uma lágrima a rolar.
Porque no meu pensamento
Não há o frescor do vento
Que encontro ao voltar.

Sentimento que m'invade
E torna triste a saudade
Que não é lamento em vão.
Pois quando à terra vou
A lágrima já lavou
Saudades do coração!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

INCÊNDIO VELOZ

Corre mais que um atleta, mais depressa E corre tão depressa como o vento... Atrás de si, fica a treva espessa: O ten...