Follow by Email

terça-feira, 25 de junho de 2013

À SOMBRA DA ÁRVORE
















À sombra duma árvore frondosa,
Sentei-me pra descansar um bocado.
Deixei-me envolver por uma Rosa...
Eram beijos... abraços apertados!

Dormimos abraçados, que saudade!
Sonhamos como era no meu tempo
Que me trouxe tanta felicidade...
É este o momento que contemplo.

Imagens de longe, longa estrada,
Onde rio e margens eram tudo...
Juvenis, juntos, sós, noite calada...
Sonho! Linda mentira, era mudo...

Fiz promessas e construí castelos,
Neles e em ti pus os meus desejos.
Assim me comprazia em anelos
Que me tiravam o sono com beijos!

Modesto


Sem comentários:

Enviar um comentário