Follow by Email

segunda-feira, 3 de junho de 2013

BELEZA, BEM, VERDADE




















O meu amor não é idolatria,
Nem é nenhum ídolo quem eu amo.
Todo o meu cantar a ele s'alia
E só de um modo eu o proclamo.

Pois o meu amor sempre foi galante,
Inalterável, com grande excelência!
Daí a minha rima ser constante,
Sempre igual, sem excluir a diferença.

Beleza, Bem, Verdade é o que exprimo.
Nestes valores ponho o acento,
Não há mudança: É nisto que primo.

Um em três temas d'amplo movimento.
Beleza, Bem, Verdade, sós, outrora,
Num mesmo ser vivem juntos, agora!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário