terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

LÍRIOS DOS PRADOS























Ao ver lírios nos prados,
Lembrei-me dos olhos teus.
Agradeço-te aos brados
Por querer os olhos meus.

São belos os brancos lírios
Como bela é tua alma.
Quando choras são delírios
De amor que me dão calma.

Só quero ver o teu mundo
Através da alma franca,
Imagem do teu profundo.

Teu amor é coisa rara!
Qu'eu viva mais um segundo
Pra ver lírios de pétala branca!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...