Follow by Email

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

MAIS UM FIM DE ANO

















São doze os meses com diferente nome,
Sequência crescente que desfazemos,
Cada um deles o tempo nos consome
Desde o primeiro que envelhecemos.

O que muda é o viver exp'riente.
Aprendemos com a vida exibida,
Exercitamos nosso pensar e mente...
A cabeça vai pendendo sem medida.

Só com bons modos fazemos aliança
Com cada segundo do tempo qu' avança,
Abrindo as portas ao viver humano.

Examinamos tudo o que lembramos
No coração  e mágoas que passamos
E sabemos que se passou mais um ano!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário