terça-feira, 8 de dezembro de 2015

ALEGRIA INCOMPLETA



















Há alegria no sol que vem de rompante
Com um raio de luz que rompe as montanhas,
Formando nos vales sombras, além. distante,
Iluminando as encostas das montanhas.

Há alegria quando seus raios apanhas
Na manhã azul, silenciosa, brilhante...
Mas há nuvens no ar que se tornam estranhas
Juntas com um vento forte e inconstante.

Há alegria nos campos, flores e aves
Que enchem o céu de melodias suaves...
Os meus olhos alegres reflectem os teus.

No entanto, não há alegria completa:
'Stá insatisfeita a mente do poeta,
Acabando o poema que lh' inspirou Deus.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

VENDO-NOS AO ESPELHO

O espelho não me diz que envelheço, Enquanto andar junto da mocidade. Mas as rugas vêem meu rosto impresso... J...