quinta-feira, 23 de agosto de 2012

SONHO E BORBOLETAS


















Quando em meus sonhos deixar de acreditar
Como quem diz «os sonhos o ultrapassaram»...
Das formosas borboletas m'hei-de lembrar
Voando sobr'um belo jardim, me chamaram:

- Sabes que o sonho tem limites, disseram,
Como borboletas, pousando em cada flor...
- Pois!...Mas, voando, são belezas que me deram
E meu sonho realizou-se no amor!

- Um dia, teu sonho era de esperança
De algo melhor qu'entrasse na tua dança...
E a beleza da paisagem to mostrou:

Que a esperança ou sonho bem sonhado,
Pela beleza do cosmos és convidado...
Eis o teu sonho! Tudo se concretizou!

Modesto               

Sem comentários:

Enviar um comentário

O CÉPTICO TAMBÉM PENSA...

Deus há muito desceu no Ocidente, Lá, por trás dos montes de rosa tingidos... Vejo o mundo que ante mim s' estende ...