sexta-feira, 17 de agosto de 2012

OBRIGADO, SENHOR!













Hoje agradeço-Te, Senhor,
Por esta manhã brilhante e fresca
Que me inunda de alegria!
Pelas bastas belezas do mundo,
Mesmo as que não posso tocar...
E aquela cheia de harmonia
Que muitos não vêem,
Mas que sou capaz de adivinhar.
Agradeço-Te o sorriso da criança,
A flor que ao vento se balança
E os passarinhos a voar...
Também Te agradeço a canção que me cantam
Quando vem o sofrimento
E comigo às voltas andam,
Até esquecer a canção
E Te sinta no meu coração,
Pois És meu contentamento
Que me leva a, alegre, contar,
ConTigo poder participar,
Neste Mundo, da sua construção.
Obrigado por me ensinar,
A chorar,
Quando a humana fraqueza
Fica submissa e indefesa...
Agradeço-Te pelas lindas rosas de amor
Que puseste nos meus caminhos:
Obrigado, Senhor,
Por me dar rosas com espinhos!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SAUDADES, MÃE !

Vejo-te num anónimo jazigo Humilde, ond' a paz se nos revela. Erguida, junto dum ciprest' antigo, Contemp...