CANTA-ME CANÇÃO AMENA

























Vem cantar-me uma canção amena
Junto à fonte d' água corrente
Que chora de mágoa e tod' a pena
Que teu amor ignora, não sente.

Toca-me o piano que alterna
Com a cítara da tu' alma ausente,
O que faz doer em paixão interna,
Consolando-m' o sol no oriente.

Eu gosto das canções melodiosas
Que cantavas tantas horas ditosas
Com amor: Davas-mo e que bem me fez!

Repousa teu corpo nos braços meus,
Qu' estes dias de verão sejam teus...
Encanta-me hoje, mais uma vez!

Modesto



Comentários

Mensagens populares deste blogue

NASCESTE, FILIPA !

A VIDA TEM OUTRO SABOR

SALVEMOS O PLANETA