quarta-feira, 23 de setembro de 2015

ORAR AO NASCER DO SOL


















Pai, seja teu meu sangue,
Peço-Te como menino.
Amo-Te porque sou grande,
Creio como pequenino.

Eu já me sujei na terra
E passei noite escura.
A mim mesmo fiz a guerra,
Pra ter uma vida pura.

Eu sou da Tua substância,
Tu me guardas e acordas,
Estrela da Esperança,
Prende-me a Ti com cordas!

Queria ser como a rosa
Com espinhos à mistura.
Faço poemas e prosa...
Queria que fosse pura...

Canto a Tua beleza
Na natureza ' strelada.
Faz qu' a minha natureza
Por Ti sej' abençoada!

Guarda-me na Tua luz,
Como 'spiga d' esperança.
Que viva como Jesus
E seja como criança.

Orar ao nascer do sol,
Nesta vida mist'riosa,
Oramos no arrebol
Com vida mais saborosa.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

TRAZER O "SER" LIBERTO

Da gota d' água dum carinho agreste Geram-se os oceanos da bondade. O coração qu' é livre e bom reveste Todo o...