sexta-feira, 4 de setembro de 2015

ESPERO-TE



















Deixa o teu sonho na balança
E vem comigo ver o amanhecer
Pra encontrar a ' strela da esperança
E sondar o brilho do sol a nascer.

Quando o teu tempo chegar, me avisa,
Pra ver o nosso amor acontecer,
Amor que vem acompanhado da brisa,
Num sonho de amor ao alvorecer.

Não deixes o coração preso à porta
Só pra ver o arco-íris no jardim...
Traz-me o que a esperança comporta,
Que eu tenho uma flor dentro de mim.

Não é suave toda esta espera!
Vem depressa qu' o sol está a nascer.
Acompanha meu sonho de primavera,
Sonho que vem na manhã a renascer!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SONETO BEM CRIADO

Nestas linhas mal traçadas, Há um soneto partido E mágoas anunciadas: Ouve-se long' o gemido. Nas linhas, há al...