Follow by Email

quinta-feira, 11 de maio de 2017

SOLITÁRIO NA MONTANHA




















A minha vida é a montanha ideal:
Tem penedos, um precipício sombrio,
Tem pedras de um requinte escultural,
Seus horizontes são vistas de grande brio!

Os pássaros voam e cantam agonias,
Num piadeiro comovido do seu mal.
No decorrer das horas, no correr dos dias,
Seus cantares têm sons de vida final.

Minha vida é a montanha e tem lírios
Daquele roxo macerado de martírios...
Mas tudo tão belo que nunca viu alguém!

E é nesta bela montanha que eu moro:
Todas as noites, lá, rezo, grito e choro...
Mas ninguém me ouve, ninguém me vê... Ninguém!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário