terça-feira, 20 de outubro de 2015

AFECTO E BEM QUERER

























Há amor no meu coração partido,
Pranto pelos meus olhos derramado
E há frio em fogo convertido,
Sentimento em lume disfarçado.

Abrasas meu peito enternecido,
Pranto no rosto corre desatado,
Como cristal em chamas derretido,
Amor doado aprisionado.

É fogo que não passa brandamente
E sinto que queima à porfia...
É um amor sofrido e ardente.

Para temperar esta tirania,
Eu quis qu' ele fosse amor prudente
E permito parecer chama fria.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...