Follow by Email

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

MENINA DE OURO


















Enquanto eu te beijo se rumor,
Árvores agitam-se junto ao Douro,
Árvores onde há uma do amor
Que brilha ao sol como um tesouro.

Não é grande, mas prima no ardor,
Imagem de ti a quem eu adoro.
É ouro sua sombra, tua cor,
É guia que te leva onde moro.

Levas contigo tudo à medida,
Linda pérola, como és, fundida,
Raios brilhantes de sol, em ouro.

Junto ao rio, brilham os teus olhos
Que são de paz - poema sem abrolhos -
Tens a alma bela como é o Douro.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário