Follow by Email

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

DUAS ROSAS UNIDAS























São duas flores nascidas
À hora do arrebol,
São duas rosas unidas
Ao mesmo raio de sol.

Unidas, bem pequeninas,
Como pássaro do céu,
Que deixa as suas penas
Para servir-lhes de véu.

É profundo o seu olhar
nos suspiros e desgosto...
Mas gostam de se amar
Encostando o seu rosto.

Unidas! Ai quem me dera
Viver como viv' a flor,
Num' eterna primavera,
Na verde rama d' amor!

Da mesma gota d' orvalho,
Matam a sede as rolinhas
E vivem no mesmo galho,
Pra se amar bem juntinhas.

Reguei rosas tod'a vida...
Muitos botões em flor.
Rama verde florida,
Verde ramo do amor.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário