sábado, 14 de novembro de 2015

VAGUEANDO PELO JARDIM



















No jardim sinto perfumes
Qu' andam à volta de mim,
Aliviam meus queixumes
Num silêncio sem fim.

Meus pensamentos vagueiam
Pelos meus íntimos segredos
E as flores me nomeiam:
"Afagador com seus dedos".

No meu jardim sou amado
E sinto tranquilidade,
Calço-as com cuidado,
Trato-as com bondade.

Mas... vivem em cativeiro
Triste e descompensado!
Tenho-lh' amor verdadeiro,
Como no tempo passado.

É um sonhar acordado,
Beijo-as enternecido.
Sei que é sonho amado,
Ou sonho adormecido?

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...