Follow by Email

terça-feira, 29 de novembro de 2011

CULTIVO ROSAS PARA TI

As rosas do jardim e as do nosso sonho
São as rosas madressilva, as do carinho,
Rosas pra ti cultivadas - e eu suponho,
sejam tapetes que pões no teu caminho.

Rosas a brilhar ao sol, como vida calma,
Mesmo as implacáveis coroas d'espinhos
Que se desagregam em êxtases da alma,
Em ramalhetes de amor e de carinho.

São as invisíveis rosas do meu rosário
que tu colhes, para colocar no armário,
Esquecidas como as nossas desavenças.

São as rosas que brilham nas amenas tardes,
Quando, com o meu amor, tu em amor ardes...
A brisa afaga as rosas, tuas pertenças.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário