Follow by Email

terça-feira, 16 de agosto de 2011

FÉRIAS NA ALDEIA

Passei férias n´aldeia,
Ouvi bem o que vos digo:
Nem sequer fazeis ideia
Como mudou o antigo!

Mudou a mentalidade
De tudo aquilo que era
Diferente da cidade,
Singeleza d'outra era.

Já não se dão os bons-dias
Aos que uns por outros passam!
Sorrisos e alegrias?
São caros! E já não grassam!

A pacatez d'outros tempos?
Descanso à fresca sombra?
Parar, falar uns momentos?
Não s'encontram! Nem por sombra!

Tudo corre e rodopia...
O stress'invadiu a aldeia!
Já nada se aprecia...
Nem noites de lua cheia!

Acabou-se o romantismo
Da minha terra natal:
Desfolhadas, o bairrismo,
Os bailes e coisa e tal!

D'aldeia trouxe tristeza
E pena da Mocidade:
Não tem tempo prá beleza
Que em mim deixou saudade!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário