segunda-feira, 24 de outubro de 2011

CHUVA MANSA

Chove ainda, chuva mansa,
Na beleza da paisagem,
Chuva que traz esperança
Prá verdura da ramagem.

A chuva traz solidão!
Cada gota derramada,
Lágrima que cai no chão
É sonho da minh'amada!

Chuva plo vento movida
É minha desilusão:
A chuva chora sentida,
Entristeç'o coração.

E fico silencioso,
Um pouco entristecido,
Num silêncio medroso
De me tornar esquecido.

Agora, a chuva cai mansa
E traz mais serenidade.
A minh'amada descansa,
Eu fico com a saudade!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

O CORAÇÃO DO SER HUMANO

O coração de todo o ser humano Foi concebido para ter piedade, Pra ser doce no eterno desengano, Para olhar e s...