sexta-feira, 11 de agosto de 2017

RESTO DE UM FOGO - UMA FOLHA!



















Era uma folha num galho dum arbusto,
Paisagem verdejante, paraíso vivo!
Mas, de relance, em poucos dias... um susto:
Seu esplendor ficou solo improdutivo!

Uma folha solitária voa, dança...
Quer paisagens novas que tenta encontrar:
Um lago, um rio... Ond' a vista alcança,
Um fio d' água onde a sede saciar...

Não resta um tronco, uma árvore só,
Uma molécula de tez esverdeada,
Uma gota de orvalho, nem uma só!

Com terreno ao léu, deixa-s' ir pla estrada:
Sem sombra, o vazio, extensão de nada...
A folha seca esfarela-se em pó!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

O CÉPTICO TAMBÉM PENSA...

Deus há muito desceu no Ocidente, Lá, por trás dos montes de rosa tingidos... Vejo o mundo que ante mim s' estende ...