domingo, 6 de agosto de 2017

PORQUÊ A IMPERFEIÇÃO?













Dessas nebulosas em que te emaranhas,
Levanta-te, alma, e diz-me, afinal,
A significação dessas nobres montanhas
Qual é, na Natureza Espiritual?

Quem é que não vê, nas graníticas entranhas,
A subjectividade ascensional
Em que se ergue em cumíadas tamanhas,
Paralisado e estrangulado o mal?

Ah! Nesse anelo trágico de altura,
Porque estão as montanhas por ventura,
Estacionadas e íngremes assim?!

Por um grande abortamento da mecânica,
A representar, ainda, a inorgânica
Do bem que não se aperfeiçoou em mim!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

POEMA MODERNO

Sou um apaixonado da palavra E da estética do lugar. Expresso os meus pensamentos, Logo que os meus olhos falam E o...