Follow by Email

terça-feira, 13 de setembro de 2011

POEMA ETERNO

Palavra voa no 'spaço,
Perdida no universo...
Com as palavras que traço,
sai um poema, um verso.

Palavra é pra existir,
No pensamento, agora,
Fica pra quem há-de vir...
Ela vai p'lo tempo fora!

'screvo ideias em letra,
Uma etérea silhueta,
Legado à posteridade!

'screvo o meu pensamento...
Nesse preciso momento,
Dou-o à eternidade!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário