quarta-feira, 7 de setembro de 2011

PASTOR I

Onde vai a minha amada,
Com minha alma roubada!
E o pastor não leva nada?

- Levas muito coração
E uma imperfeição,
Ao pensar na minha mão!

- Fazes-me a vida dura!
Vou viver outra aventura,
Sem a tua formosura?

- Vai, com esse ar tenebroso!
Devias ser amoroso
E ter beijo saboroso!

- Esta vida é desgraçada!
Não há festa celebrada,
Levas-m´a alma roubada
E o pastor não leva nada!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SONETO BEM CRIADO

Nestas linhas mal traçadas, Há um soneto partido E mágoas anunciadas: Ouve-se long' o gemido. Nas linhas, há al...