sexta-feira, 8 de julho de 2011

SÊ TRANSLÚCIDO

Abre a janela do preconceito,
Deita fora o que é amargura,
Esvazia o que tens no teu peito,
Renov' o coração qu'é pedra dura.

Rompe co'as madrugadas em vazio,
Rasga as cortinas que 'stão opacas,
Vai percorrer tod'o mundo com brio,
Dar as mãos às pessoas mais fracas.

Bem sabes o que vais lançar lá fora:
Não só a ilusão que foi embora,
Como a derrota que se fez capaz!

Mas guarda o amor no coração
Pra te doares e partir em missão:
Anunciar a leveza da paz!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...