segunda-feira, 20 de junho de 2011

UM DIA PARTIREI

Quando eu morrer,
Abre a janela e canta,
Veste-te de alegria e dança
E não contes a ninguém
Porque eu vou pró Além
Mas fica um pouco de mim, àquem,
Num pedaço de ti
E dos filhos também.

Não me chores!
Eu não me entristeço!
Já tive tudo o que mereço
Na vida que bem conheço
E no caminho em que padeço,
Já paguei o justo preço!

Deixa entrar um pouco de ar fresco
E um pedaço do Céu
- O único que conheço
E sei
Que esta é a nossa lei.

Não me chames que eu sei
Que, de lá, nada te direi,
Mas, no Amor,
Sempre contigo estarei.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...