Follow by Email

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

LIBERTA-TE

Faz um brinde à tua virtude
Com um ataque repentino,
Lembra a tua juventude,
Surpreende o teu destino.

A tua vida não engana,
És perfeita nos teus enxertos,
Tua vontade tem gana
De viver os momentos certos.

O teu passado foi pudor,
Viveste só par'o amor...
Não percas essa liberdade.

Vive o agora que tu queres,
Vai ao mais alto que puderes...
Esquece tod'a ansiedade.

1 comentário:

  1. Gostei dessa poesia!
    Lembra muito uma que escrevi,,,


    http://rafaelmeck.wordpress.com/2011/02/10/tuas-virtudes/


    =)
    parabens! voce escreve bem!

    ResponderEliminar